Opinião Pública e Marketing Político

Certa vez um  professor disse que o profissional de Relações Públicas deve ser politizado. Realmente, e eu acredito nisso, é bom saber como funciona a máquina pública, uma vez que estes também formam o nosso público.

Porém, creio que não somente o RP, mas toda a população deve possuir a consicência politica. Na minha concepção, para isso não é  necessário filiar-se a um partido, basta ser engajado  na comunidade, no meio social em que vivemos. Nem é necessário considerar-se de esquerda, centro ou direita.

Ser politizado é ter consciência do que podemos fazer para melhorar o mundo que vivemos e, a falta de consciência política o faz sucumbir a cada dia.

Gostaria de partilhar aqui a experiência que tive em um  curso que participei  pela  Assembleia Legislativa de São Paulo. Em que tratava-se principalmente de Eleições – opinião pública, direitos eleitorais, etc.

O curso iniciou com o tema Opinião Pública. O professor foi Ciro Coutinho, formado em jornalismo pela PUC, mestre em comunicação pela USP, escreveu livros como: De Collor a Lula e Pesquisa de Opinião no Jornalismo.

Ele falou sobre a importância da opinião das pessoas desde a antiguidade. Fez várias citações de pensadores sobre opinião positiva na política, como a de Walter Lipmann: “percepção seletiva da opinião forma-se através de estereótipos”.

Fez um paralelo entre Opinião Pública e Política e deu o exemplo do nazismo, onde Gobbels foi o propagandista do partido que utilizou, entre outras técnicas, a simplicidade, repetição e apelo emocional para conquistar o povo. Disse ainda, que o político pode utilizar técnicas do Marketing, mas que não deve esquecer que ele não é produto e que a mídia pode alterar a percepção do eleitorado.

Ex: em 1960, no debate Keneddy x Nixon, quem ouviu pelo rádio achou que o Nixon venceu o debate e quem viu pela TV, teve a percepção inversa.

Em relação à pesquisas de opinião, ele afirma que elas influenciam sim o voto, pois ninguém quer votar em quem vai perder.

O Doutor Vita Porto, advogado, deu uma aula sobre o Direito Eleitoral, onde disse que vemos a justiça eleitoral punindo mais, porque hoje é mais fácil denunciar. Se alguém vê algum político pedindo voto antes do dia base determinado (que neste ano é 6 de julho) pode  fazer facilmente uma denúncia.

Carro de som está liberado e pode rodar das oito às 22 horas (a ressalva é de que seja com distância de ao menos 200 metros de órgãos públicos, hospitais, escolas, igrejas etc., quando estes estiverem funcionando).

Brindes e showmícios são proibidos, e nada de propaganda em bens públicos.

A aula que mais me deixou intrigado foi a do Humberto Dantas, doutor em Ciências Políticas pela USP. O tema era Novas Tecnologias e o Marketing Político, que ele fala que o fato da internet ter ajudado Obama a se eleger no EUA é um caso à parte e que não aconteceria com os nossos políticos, porque todos têm a mesma chance dentro desta plataforma, então quem promete se eleger através da web 2.0 é balela.

Ele desmistifica a função do marketing político dizendo que não existem “magos”, porque marketing político é uma ciência. E faz um alerta dizendo que 90 milhões dos brasileiros não querem saber de política.

Enfim, eu os  convido a refletir um pouco sobre nosso papel, como profissionais e cidadãos, diante da sociedade e a visitar a “Casa do Povo” e as sessões que acontecem por lá.

Sobre a Assembléia Legislativa: comporta um dos três poderes do nosso país, onde são discutidas e aprovadas leis para que teoricamente a sociedade seja melhor.Conhecida como “Casa do Povo”, mas pouco frequentada por ele, já teve três endereços antes de chegar ao Palácio 9 de Julho, uma homenagem aos soldados que lutaram na Revolução de 32. Tem uma biblioteca riquíssima que é aberta ao público, mas que poucos sabem, e uma grande quantidade de obras de artes fascinantes, como um painel intitulado “São Paulo” – que se encontra no Hall Monumental –, presente do artista Rodrigo Coelho na comemoração de 170 anos da casa.

Sobre o ILP (Instituto Legislativo Paulista): O Instituto do Legislativo Paulista (ILP) foi criado pela Resolução nº 821, de 14 de dezembro de 2001. É um centro multidisciplinar de estudos, capacitação e políticas públicas. Além de cumprir sua finalidade primeira, a de subsidiar os trabalhos parlamentares e ações legislativas na área de políticas públicas, o ILP oferece diversos cursos gratuitos que são abertos ao público.”

Confira alguns cursos.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Opinião Pública e Marketing Político

  1. Pingback: Tweets that mention Opinião Pública e Marketing Político « Versátil RP -- Topsy.com

  2. Pingback: Retrospectiva: Julho no @VersatilRP «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s