Bate Papo Carol Terra

Eu, Taís, e Marina em uma reunião decidimos ousar um pouco mais em relação ao Versátil. E então, começamos por conversar com algumas pessoas importantes na área da comunicação. E nossa primeira personalidade é a jovem, porém, com muitas experiências a compartilhar:

Carolina Frazon Terra, ou  Carol Terra se preferir.

Pesquisadora de novas tecnologias, moradora do estado de São Paulo, corinthiana, doutorando e mestre pela ECA-USP, professora do curso de relações públicas e publicidade e propaganda na FECAP, editora do  blog RPalavreando e autora do livro do livro Blogs Corporativos: modismo ou tendência.

1 – Na faculdade e nos livros encontramos diversas definições sobre o que é um Relações Públicas. Para você o que é um Relações Públicas?

Carol: O profissional de RP na minha ótica é alguém que tem que administrar os relacionamentos entre uma organização/celebridade e seus públicos. Para isso, tem que desenhar estratégias de relacionamento que façam com que o diálogo e a transparência sejam pilares fundamentais.

2 – Em sala de aula escutamos  falarem que fulano não tem perfil para ser RP, que sicrano não será um bom RP. Afinal para você existe um perfil fixo do que é ser um RP?

Carol: Toda atividade e profissão tem um perfil. Para ser um bom RP, é preciso ter bom relacionamento, bom senso, boa cultura geral, bom trânsito, conhecimento de línguas, capacidade analítica, de planejamento, de articulação, de harmonização de expectativas. Obviamente é possível ser RP para o “backstage”, mas em geral, exige-se uma exposição grande deste profissional.

3 – O que mudou no mundo RP da década de 90 e o de agora?

Carol: Com as novas tecnologias, mudou muito a forma de expressão das pessoas comuns que tem na internet instrumentos para se expor, para mostrar-se, para se relacionar mais.

4 – O que te levou a partir para esta área de pesquisa de redes sociais? Quando começou realmente esta “onda” na internet?

Carol: Eu sempre gostei muito de computadores, tecnologia e esse mundo da comunicação. Tenho computador desde os seis anos. Meu pai trabalha com TI. Então, o gosto pela tecnologia veio de casa. Em meu primeiro trabalho como RP eu cuidava da intranet. A partir daí, foi um pulo para eu me dedicar às novas tecnologias, redes sociais online e a estudar muito isso.

5- “O usuário virou uma mídia”, poderia explicar?

Carol: Sim, o usuário empoderado pelas ferramentas colaborativas da web 2.0, tem poder de expressar-se, de mobilizar outros usuários, de fazer barulho. Assim sendo, o que antes era exclusivo dos grandes conglomerados de mídia e das corporações, passa a também ser de posse do usuário comum. Eu, vocês e qualquer pessoa com acesso à internet, pode ser uma mídia.

6 – O povo tem todo este poder mesmo nas redes ou sãos as personalidades da mídia analógica que ditam as regras?

Carol: Na verdade, se o conteúdo é relevante, se você conseguir aglutinar pessoas em torno da sua causa e se conseguir eco para suas ideias, qualquer pessoa tem poder nas redes sociais online. Porém, as personalidades da mídia tradicional tem mais visibilidade e contam com o poder da mídia de massa para divulgarem seus perfis e angariarem seguidores, fãs etc. No entanto, existem várias personalidades que são da rede. A Tessália, por exemplo, foi uma celebridade que emergiu das redes sociais para a mídia de massa.

7 – Para quem que ser empreendedor, qual a importância do Orkut?

Carol: Na verdade, não se pode analisar nenhum site de rede social sem olhar o contexto da empresa. Para qualquer empreendedor, é preciso primeiro entender do seu público-alvo, onde ele está, que mídias consime para então propormos uma ou outra estratégia de mídias sociais.

8 – Quando você era um pouco mais jovem (já que é jovem demais) entrava em salas de bate-papo e utilizava o ICQ?

Carol: Eu entrava em salas de bate-papo do UOL há vários anos atrás. Mas, ICQ nunca usei. Uso muito Gtalk e MSN.

9– Internet trouxe isolamento ou ajudou as pessoas?

Carol: Depende do ponto de vista. Para algumas pessoas pode ter trazido isolamento. Mas eu prefiro ver a rede como uma forma de expansão de fronteiras, de ajuda a pessoas. Um exemplo disso é uma rede social para doadores e receptores de sangue, a Veia Social. É um tipo de iniciativa que ganhou muito com a internet.

10 – O que faz um blog ser popular?

Carol: Conteúdo relevante, boa rede de relacionamentos do blogueiro e conhecimento de SEM e SEO. Além de tempo para blogar e se dedicar ao blog, né?

11 – Blogs Corporativos: modismo ou tendência?

Carol: Prefiro dizer que os conceitos que as mídias sociais trouxeram (participação, colaboração, cooperação, bidirecionalidade, agilidade) são tendência. Quanto às ferramentas, isolamente, prefiro nem opinar. 😉

12 – Como preencher com bom conteúdo um blog corporativo?

Carol: Tendo um bom blogueiro dentro da empresa, alguém que seja especialista em dado tema e consiga se tornar referência naquilo que se propuser a tratar.

13 – Você acredita mesmo que em breve acabarão os trabalhos com carteira assinada e as pessoas começarão a trabalhar em suas casas e por projetos sem vínculos empregatícios?

Carol: Acho que não se pode generalizar, mas é uma tendência que as pessoas sejam mais autônomas, sim.

14 – Qual o futuro e as tendencias dos profissionais de RP?

Carol: Um profissional cada vez mais engajado nas conversações online, mais antenado às novas tecnologias, preocupado com sustentabilidade, transparência e extremamente necessário nas organizações modernas.

15 – Acha que as redes sociais vão decidir eleições aqui no Brasil?

Carol: Não acho que vão decidir, não. Mas, serão importantes para se atingir um público que não consome mais as mídias de massa.

Anúncios

13 pensamentos sobre “Bate Papo Carol Terra

  1. Obrigada pela entrevista Carol!
    Espero que possamos trocar muitas idéias! 😀


    Sobre a entrevista:

    7 – Para quem que ser empreendedor, qual a importância do Orkut?
    Carol: Na verdade, não se pode analisar nenhum site de rede social sem olhar o contexto da empresa.
    >>Falavámos sobre isso no último Papos em rede, e ainda sobre: os atritos entre o FaceBook e o Orkut!

    8 – Quando você era um pouco mais jovem (já que é jovem demais) entrava em salas de bate-papo e utilizava o ICQ?
    Carol: Eu entrava em salas de bate-papo do UOL há vários anos atrás. Mas, ICQ nunca usei. Uso muito Gtalk e MSN.
    >>Eu usei ICQ, rs, era impossivel decorar aquela sequencia imensa de números, mas tem uma lógica um pouco diferente do Msn.

    15 – Acha que as redes sociais vão decidir eleições aqui no Brasil?
    Carol: Não acho que vão decidir, não. Mas, serão importantes para se atingir um público que não consome mais as mídias de massa.
    >>Concordo, e os politicos de forma geral já estão agindo de forma diferente em relação as redes né. Ontem eu estava acompanhando as atividades do Senado via tuiter e pelos Senadores.

  2. Primeiro Carol, muito obrigado, subiu muito no meu conceito o fato de torcer pelo mesmo time rss

    15 – Acha que as redes sociais vão decidir eleições aqui no Brasil?
    Carol: Não acho que vão decidir, não. Mas, serão importantes para se atingir um público que não consome mais as mídias de massa.

    >> Eu ontem coloquei no google: politicos com twitter e to seguindo vários para analisar suas atuações, em uma destas descobri que o Kiko do KLB vai se candidatar pelo DEM, avacalhou. Mas as mídias de massa são fortes e nest eleição talvez não decida, mas quem sabe no futuro

  3. A entrevista está ótima… parabéns!
    Precisamos de mais jovens engajados assim… o blog de vocês está cada vez melhor!

  4. Ótima entrevista, muito bem pessoal.
    Adoro a Carol falando de mídias, sempre aprendo muito.
    Fico no aguardo de mais novidades, estou feliz com a motivação de vocês!
    =D

    Abraços,
    Belle

  5. Belle obrigado.

    Sempre estou atendto a suas dicas e logo mais virá novidades sim. A Taís tem uma mente inquieta e sempre busca novidades. A Marina se mostrou super motivada ao receber o convite e tem mandado muito bem.

    Mas sempre que pudermos receber dicas de pessoas que conheça mais de um determiando assunto receberemos com humildade e esperamos trocar experiêcias também.

    Sobre a Carolina Terra ela é um norte para mim desque entrei em contato com o trabalho dela. Jovem e tão competente. Só de pensar que o mundo é ainda é machista.
    Quando vejo muleres sensacionais como minhas colegas Taís e Marina, Carolina Terra,você Cibele, Jéssica, sua turma do abordo, a Márcia, fico muito feliz.

    Vocês tem uma sensíbilidade impar, não que nós homens sejamos insensíveis mas trabalhar em companhia a vocês etou adorando.

    Abraços
    Diego Galofero
    @galofero

  6. Uma ótima profissional, um doce de pessoa.
    Tive oportunidade de ter aula com ela, e garanto, é uma pessoa que quando fala renova nossa confiança na profissão.

    Admiro muito o trabalho dela.

    Um beijo para vocês, adorei o blog esta bem legal mesmo.

  7. Olá Diego, a seu convite, vim visitar o Versatil RP

    Gostei muito da entrevista. Ela serve também para desmistificar essa coisa de que RP utiliza restritamente as novas tecnologias, algo que quando eu cursava RP cheguei a ouvir de pessoas de outros cursos e profissões.

    Parabéns pelo post e pelo blog!!! Muito bem produzido!!

    Abçs!!

    Danilo Moreira

  8. Parabéns a todos que fizeram a entrevista e obrigada pela colaboração e disponibilidade da Carol Terra..
    Após horas relutando em comentar sem citar minha decepção com a AES Eletropaulo, aqui vou eu:

    5- “O usuário virou uma mídia”, poderia explicar?
    Carol: Sim, o usuário empoderado pelas ferramentas colaborativas da web 2.0, tem poder de expressar-se, de mobilizar outros usuários, de fazer barulho. Assim sendo, o que antes era exclusivo dos grandes conglomerados de mídia e das corporações, passa a também ser de posse do usuário comum. Eu, vocês e qualquer pessoa com acesso à internet, pode ser uma mídia.

    >> Tive um problema muito grave com o atendimento da AES Eletropaulo na semana passada, quando, por uma “indisponibilidade sistemica” minha fatura de maio constava no site como paga e, sem receber qualquer alerta de atraso, o fornecimento foi suspenso. Após muita briga com a ouvidoria da AES, o fornecimento foi reestabelecido, mas a empresa caiu no meu descrédito em todas as formas de atendimento (começando pelo site, passando pelo SAC, ouvidoria e terminando na equipe que compareceu até a minha residência).. o que mais marcou a série de “falta de respeito com o consumidor” (que, infelizmente não tem a alternativa de optar pela concorrencia) foi o fato de não realizarem o religue de emergencia (feito em 4 horas e que custa R$34,35, cobrados na fatura seguinte) devido ao jogo do Brasil no mundial 2010 (que, inclusive já havia terminado).. enfim.. eu e minha mãe passamos tenebrosas 48 horas sem eletricidade e sofrendo com o descaso da empresa.

    • Eli você tem uma prova que temempresas que não entedenram o poder que a Internet tem, procure o site reclame.aqui e fala um monte, diversas pessoas postam coisas lá.
      Achei outro dia até sobre o metrô de SP, vai lá vale a pena, não desista.

  9. Olá amigos Relações Públicas, parabéns pelo Blog.

    Sobre a questão:

    15 – Acha que as redes sociais vão decidir eleições aqui no Brasil?
    Carol: Não acho que vão decidir, não. Mas, serão importantes para se atingir um público que não consome mais as mídias de massa.

    Acredito que as redes sociais podem ir além disso. Além de servir de canal para atingir um novo público, as redes sociais devem ganhar força no cenário político servindo ao mesmo tempo como fonte de educação política, espaço para debates de interesses públicos e principalmente como meio de fiscalização das ações de politicagem. Um espaço interessante de discussão é o Cidade Democrática, uma plataforma de participação política onde cidadãos e entidades podem se expressar se comunicar e gerar mobilização >>> http://robmaciel.blogspot.com/2010/05/cidade-democratica.html

  10. Pingback: Retrospectiva: Julho no @VersatilRP «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s