“Em um momento, vive-se uma vida”

Estive em Passos – MG no último feriado, e lá curti uma vida sem maquiagem, de cabelo preso,  consumo de gorduras e altas conversas com minha avó de 86 anos que ouve super mal,  anda com dificuldades com o andador somente para ir do quarto até a sala . Mas mantém-se lúcida, e mesmo ouvindo mal, conseguimos conversar por horas todos os dias. Sabe, conversar com a D. Aparecida, que nasceu no meio da roça num ambiente onde as pessoas não sabiam nem falar direito, foi muito melhor do que ter ido a festas  ou do que ter levado um Note e ficado na Internet. Conversei também com parentes octogenários, e conheci mto sobre suas histórias e curiosidades da família.

Já sinto saudades disso. E percebo que fui em muitos eventos este ano, mas nenhum foi tão enriquecedor do que aquelas conversas. A supervalorização da modernidade, faz principalmente com que nós, da geração Y, esqueçamos de dar atenção a histórias de família, a conversas sobre um tempo muito antigo, sobre coisas que não voltam mais, a ver o quão valiosa é a vida e o que podemos fazer dela, a tal alegria na vida não é construída por sermos uma das pessoas mais seguidas do twitter ou por termos um blog dos mais acessados, mas sim, pelas histórias, pelas paisagens, pelas sensações, pelos momentos vividos onde se possa sentir o bater do próprio coração e respirar calmamente.

O RP deve cuidar para que as pessoas a seu redor não esqueçam-se do valor das coisas simples e acabem tornando-se máquinas que só comunicam-se com outras máquinas. O resgate de antigos valores é válido. Saia do PC e vá abraçar seus pais! Vá galgar e fortalecer as verdadeiras relações e construir um know-how único que formará quem vc é.

—- Que você tenha em suas mãos o que há de melhor em tecnologia, mas não se esqueça quem é dono de quem. —-

Anúncios

7 pensamentos sobre ““Em um momento, vive-se uma vida”

  1. Família ainda existe? Poxa que legal que vc pode desconetar e viver.

    Lindo texto muito a ver com meu momento de vida atual, precisar de apoio familiar e tudo mais , mas obrigado por ser nossa amiga e compartilhar.

    Beijos

  2. As pessoas com mais idade são as mais sabias e legais neh!

    Mas nessa rotina maluca, as vezes esses simples e magnificos momentos passam que agente nem percebe! Que não nos esqueçamos dos relacionamentos, em tds os aspectos!

  3. Lindo texto mesmo!É nós jovens constantemente esquecemos o quanto é bom e valioso ter uma bela família.
    E eu sei que posso contar com a minha sempre!

    Beijos
    Dani Aparecida.

  4. Mas essa historia de família é relativa. Nem todos têm famílias tão valiosas… Sério, não é relato de um jovem revoltado! Dou muito mais valor aos amigos que faço, sempre acabo contando mais com eles do que com a minha família. Mas, de um modo geral, os mais velhos são sempre muito sábios e, se soubermos entendê-los, são ótimas pessoas para uma boa conversa. Texto muito bom! =)

  5. Muito bom o texto. Sem esquecer de ressaltar que também devemos nos desprender de tanto trabalho e obstinação por “ter”, principalmente dinheiro. E dá valor ao “ser”. Em vez de conversar com velhos amigos pelo msn, utilize o telefone, vá até a casa dele. As relações são melhores.

  6. Pingback: Retrospectiva: Julho no @VersatilRP «

  7. Hoje o chique é ser moderno, high tech faz parte de nossos vocabulários. Vivemos na hipervalorização do novo e isso infelizmente acaba se extendendo também para as pessoas: esfaqueia-se e aspira-se simplesmente por tentar manter-se jovem. O antigo, o velho, teve seu valor depreciado, o materialismo atingiu até mesmo nossas relações com nossos avós.

    vóoziinha vem cá que eu quero te dar um abraço!
    hahaha

    excelente texto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s