Aqueles que cursam Relações Públicas

Semana de Entrevistas no @VersatilRP

Dando continuidade a mais uma etapa da semana de entrevistas do Versátil RP, hoje, daremos a visão de quem está cursando RP. E quem dará o depoimento será a própria equipe Versátil RP, sendo eu do 3º semestre,  a Taís e o Diego do 6º, todos da Fapcom. Cada depoimento, tem o objetivo de mostrar o que se  passou e o que se passa em nossas mentes e corações quanto aos estudos das Relações Públicas, que é nossa paixão e motivo deste Blog que só tem crescido.

Taís

Comecei a pesquisar sobre faculdades, cursos, profissões, diferenças entre instituição particular e pública, federal e estadual quando entrei no ensino médio, no 1º ano. Fiz vários testes vocacionais e sempre dava artes cênicas, música, psicologia e áreas humanas. Depois de ler muito sobre cada uma delas, decidi por psicologia e assim foi até a metade do 3º ano.

Até que certo dia eu participei de uma palestra sobre marketing, o palestrante era formado em Publicidade e Propaganda e atuava como Fotógrafo. No inicio ele descreveu sua vida acadêmica e explicou um pouco sobre as habilitações da Comunicação Social. Eu simplesmente me apaixonei pela área, após a palestra eu fui retirar mais dúvidas e aí iniciei uma saga de pesquisas sobre comunicação.

Ainda hoje, todas as habilitações me chamam atenção por algum aspecto, mas relações públicas se encaixou perfeitamente no meu perfil, além das possibilidades amplas de atuação. A visão estratégica, as ações conjuntas, as parcerias, as possibilidades de trabalhar em vários mercados, a flexibilidade.

Mas, como expus no post “Diploma na mão! E agora?” tenho certo receio de me formar e não entrar efetivamente na área, mas creio que tudo deve ser trabalhado, por tanto, me esforço o quanto posso como estudante, ouço e leio o que os profissionais podem me atribuir, bons relacionamentos, etc.

Em relação às aulas na faculdade, sempre gostei muito de base humanística, filosofia, sociologia, psicologia, etc., mas foi nas matérias especificas que minha certeza pela profissão se mostrou mais forte e não pretendo parar os estudos na primeira graduação, quero continuar a pesquisar e me especializar.

Galofero

No começo de tudo eu queria é ser  jogador de futebol, mas minha história com as relações públicas é bem engraçada e costumo dizer que não fui eu que a escolhi e sim ela que me escolheu. Tenho uma idade “avançada”  28 anos, e em 2007 deu aquele estalo, poxa Diego você não vai estudar? Fui até aos correios me escrevi para o Enem.

Minha nota foi não tão boa assim, mas estava decidido a estudar e no último dia de inscrição me sobrava pela nota que tirei 3 cursos, Fisioterapia, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas. Descubro que passo em RP e tive que ir ao google pesquisar o que é RP, já que até então nunca tinha escutado ou lido sobre o assunto.

Pensei: então vamos lá! No 1º semestre as aulas da professora Denise me fizeram apaixonar pela profissão.

Espero atuar na área do 3º setor, governamental ou ter a minha própria agência. Fico me questionando se é só na minha faculdade que não tem homens estudando ou muito de nós não descobrimos a profissão.

Pretendo escrever livros, ser professor e estudar filosofia, ciências políticas, psicologia e todas estas matérias voltada á área humana, pois quero ser um excelente gestor de relacionamento e para isso, entender o mais complexo ser da face da Terra.

Marina

Como já disse em um post anterior, nas primeiras pesquisas que fiz sobre RP já me identifiquei plenamente, e quando comecei a faculdade, senti uma empolgação e um frio na barriga que perduram até hoje, no 3º semestre.

Nas primeiras semanas de aula, eu tinha sede de saber tudo sobre RP, tirar as muitas dúvidas que me rodeavam, e já tracei alguns planos, que, aos poucos vem se concretizando.  Pretendo me focar na área de responsabilidade ambiental e social, sem deixar de trabalhar também com o meio digital, em especial, redes sociais. Acredito piamente quando dizem que estamos entre as 10 profissões mais promissoras para a próxima década. Estamos tendo maior visibilidade, as empresa estão sentindo a necessidade de ter um profissional específico para tratar de seus relacionamentos, já que o mundo coorporativo está começando a entender a essencialidade da comunicação eficaz.

Até hoje anseio por cada aula específica, paro os professores nos corredores para fazer perguntas e comentar alguma coisa, vou a eventos da área, na verdade, é difícil confessar, mas tornei-me uma verdadeira nerd quando comecei a faculdade. Enfim, sou uma aspirante a RP, nerd, aficionada pela área e com uma visão extremamente otimista do setor e do próprio futuro.

Marcela

Durante toda a minha vida sonhei em ser astronauta. Sim, astronauta! Mas descobri que a única semelhança entre eu e a “profissão” é simplesmente o fato de viver em um “outro mundo” sempre…

Esse sonho foi sendo alimentado até eu conhecer outra paixão. Uma paixão que se dava às leis, às burocracias, às falas difíceis, ao formalismo. Decidi fazer direito! E minha mãe adorava isso!
Vida decidida – sim, claro, por que quando você decide o que quer prestar no vestibular a sua vida está decidida, né? -, prestei vestibulares, passei, e aos 45 do segundo tempo: MÃE, NÃO QUERO FAZER DIREITO, FAREI RELAÇÕES PÚBLICAS! Poxa, é o que eu quero pra minha vida, posso fazer tudo e mais um pouco dentro da profissão.

E além do mais, passar meus dias dentro de uma sala acompanhada de códigos, e livros.. não é muito minha cara.
Minha família, principalmente minha mãe, não entendia bem o que significava fazer Relações Públicas. E a todo instante que lhe perguntavam o que sua filha fazia, ela dizia: Comunicação social.
Ok, e de fato faço comunicação, mas queria que ela entendesse o que é o curso…

Hoje, estudante do segundo ano em RP, amante da comunicação, apaixonada por cada detalhezinho que eu aprendo, posso afirmar que estou na profissão correta. E minha mãe também acha isso, e as indicações dela de palestras, eventos e afins, são sempre muito úteis. É, ela sabe agora o que É SER Relações Públicas…

E sei que estou na profissão certa, através das ideias que tento colocar em prática a todo momento, as pessoas que eu conheço e que penso: Um dia serei assim!.
É, e cada vez mais esse “dia” está próximo. Pode ser amanhã, quem sabe…

E amanhã teremos uma entrevista com um recém formado em RP. Não percam!


Anúncios

11 pensamentos sobre “Aqueles que cursam Relações Públicas

  1. Pessoal

    Parabéns pelo espaço e, em especial, parabéns aos estudantes que apresentaram paixão e otimismo para com a profissão. Também sou uma apaixonada e admiradora das estratégias e táticas de Relações Públicas e acho que por isso sempre pude trabalhar e me aprimorar com muita satisfação nessa área. Uma observação: gostaria muito de estar mais perto de vocês e concorrer à oportunidade de estagiarem na Empresa onde trabalho! Boa vontade, empenho e disciplina são, na minha opinião, meio caminho andado para se sair bem na profissão escolhida, e parece que vocês têm isso tudo.
    Um abraço admirado,

    Gilceana

  2. Pingback: Semana de Entrevistas: Mestre Fábio França – Parte I «

  3. Poxa muito bom o que vocês estão fazendo aqui!!!!…
    acho que se metade dos universitários tivessem a iniciativa, o interesse e a paixão que vocês tem pela profissão que escolheram seguir, teríamos uma enxurrada de profissionais competentes no mercado….
    Parabéns!!!

  4. Pingback: Retrospectiva: Julho no @VersatilRP «

  5. Belo blog sobre psicologia!

    Frequentarei aqui mais vezes!

    Esse post realmente tem a ver com o que eu procuro sobre psicologia!

    se quiser que eu publique algo de sua autoria, é só falar que eu coloco no meu blog com sua identificação e endereço do blog!

    da uma olhada no http://psicologiaparatodos.16mb.com

    abraços!

    • Nossa seria um grande prazer!

      Vou pensar em algo e te enviarei!

      Obrigada!

  6. Olá tudo bem , terminei o 3º ano agora e vou começar o curso de relações públicas em 2011 ! Estou muito ansiosa, gostaria de saber se eu fazendo relações públicas posso atuar na área de eventos , de organização de eventos , ser no caso responsavel por um evento realizado ? preciso muito de um contato de um de vocês , iria me ajudar muito . ADOREI O BLOG . beijos a todos , e agradeço desde-já .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s