As Relações Públicas e a Responsabilidade Social Empresarial

Percebemos frequentemente no cenário empresarial e social termos como “Sustentabilidade”, “Consumo responsável”, “Ecologicamente correto”, “Responsabilidade Social”, entre outros.

Vemos ainda, que organizações que adotam posturas e atitudes éticas em relação às questões pertinentes da sociedade tendem a ser bem vistas pelos consumidores, essas atitudes tornam-se diferencial competitivo no mercado.

Alguém disse certa vez que: “as atitudes sustentáveis devem partir da presidência da organização para tornarem-se verdadeiramente essência, tanto para os colaboradores quanto para os consumidores e demais públicos”. E me recordo também daquele velho ditado popular: “mais vale o exemplo do que a doutrina”.

Cabe a nós, profissionais de Relações Públicas, responsáveis por estabelecer a comunicação entre os públicos da organização, buscar, identificar e executar as estratégias corretas de acordo com o perfil e cultura organizacional.

No ano de 2002 os, até então, estudantes de Relações Públicas Luiz Carlos de Macedo e Marcelo Bertini Aversa, já manifestavam tal posição no texto “A contribuição das relações públicas para a criação da empresa-cidadã”, disponível no site Portal RP:

“O fortalecimento da Responsabilidade Social Empresarial por meio do know-how e das estratégias de Relações Públicas gera nos consumidores e, em todos os outros grupos ligados à empresa, atitudes que propiciam um retorno social. Este retorno social é representado por benefícios de diversas ordens (econômico-financeiros, estratégicos, éticos e motivacionais), dentre eles o fortalecimento do conceito em relação aos seus públicos de interesse, a potencialização da marca, a lealdade dos clientes já existentes e a conquista de novos, uma maior divulgação na mídia, a obtenção de reconhecimento público, o aumento da auto-estima e da motivação dos funcionários”.

Além das práticas internas de responsabilidade social, algumas empresas costumam patrocinar ou fazer doações para projetos ou ações sociais.

Recentemente assisti um documentário chamado A Ponte que conta a história de Dagmar Garroux (a Tia Dag), presidente da Casa do Zezinho, uma ONG localizada na Zona Sul de São Paulo e em determinada cena ela diz que “muitas empresas ajudam a manter o projeto ativo”.

Se a organização possui verdadeiramente a responsabilidade social como um valor em sua cultura é extremamente válido ligar sua imagem institucional à projetos sociais como a Casa do Zezinho.

Podemos falar ainda de sustentabilidade e  utilizar como exemplo  a empresa Faber Castell que possui ótimas ações de sustentabilidade.

Leia mais sobre a Faber Casltell no Blog GECORP e no site do Nós da Comunicação, onde Elaine Mandado, gerente de Serviços e Marketing fala, entre outros assuntos, sobre sustentabilidade empresarial.

Por exemplo:

Nós da Comunicação – Qual a participação da área de comunicação nos processos de desenvolvimento e difusão da política sustentável da Faber-Castell?


E. M. –
A comunicação, por meio de suas ferramentas, é responsável pela divulgação de nossos programas sustentáveis. É por meio dela que mostramos nossos diferenciais para nossos stakeholders.”

Abaixo um vídeo institucional sobre sustentabilidade da empresa Faber Castell:

E aí conhece mais cases de Responsabilidade Social e Sustentabilidade? Compartilhe conosco!

Anúncios

5 pensamentos sobre “As Relações Públicas e a Responsabilidade Social Empresarial

  1. “mais vale o exemplo do que a doutrina”. Poderia parar por aqui.

    Mas o mal do mundo é o ser humano achar que são os únicos seres da Terra, que tudo será para sempre.

    Faltava um “toque verde” em nosso blog.

    Valeu Taís.

  2. Pingback: Tweets that mention As Relações Públicas e a Responsabilidade Social Empresarial « -- Topsy.com

  3. Achei muito interessante essa pequena demonstração sobre o papel da comunicação em si, da Faber Castell.
    São pequenos detalhes dos quais temos que nos policiar, né?
    E a responsabilidade da empresa com o papel social, é deveras importante, principalmente nos dias de hoje, onde vivemos os “dias da conscientização”.

    Parabéns pelo post.

    Abraços!

  4. Pingback: Retrospectiva: Julho no @VersatilRP «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s