O poder em suas mãos

Quem já teve o prazer de ter um livro de TGA (teorias gerais da administração) em mãos certamente já ouviu falar no termo “empowerment”. Ao pé da letra a tradução é “empoderamento”.  É um conceito que existe a mais de três séculos com raízes na filosofia, na sociologia e na religião. Consiste em delegar tarefas e permitir que as decisões sejam tomadas pelo colaborador da ponta, ou seja, a distribuição do poder de decisão e resolução dos problemas.

Particularmente, não tenho muita prática mercadológica nesse tema, porém tenho uma experiência determinante não só para a formação do que sou hoje, mas também para muitas decisões e laboratórios profissionais. Participei por quatro anos da Pastoral da Juventude, fui “militante” e coordenadora paralelamente. Para quem conhece sabe que isso é “queima de etapas” no processo pedagógico dentro de um grupo. Mas, todavia, fui levando, me dedicando, estudando, errando e aprendendo muito nessa função.

No ano de 2008 tive o grande prazer de participar do CDL (Curso de Dinâmica para Líderes), oferecido pelo CCJ (Centro de Capacitação da Juventude) e realizado em nível regional – Guarulhos e nacional – São Paulo. Além de conhecer amigos maravilhosos para toda vida, aprendi muitas teorias e técnicas possíveis de se utilizar além dos muros católicos, por assim dizer.

O objetivo da PJ é formar jovens protagonistas capazes de pensar e agir a partir da própria reflexão, com bases críticas e sustentáveis. Além da formação pedagógica de líderes que possam protagonizar dentro da própria pastoral, da Igreja ou de qualquer outro espaço, sejam eles profissionais, familiares ou políticos.  O objetivo da capacitação de liderança é formar líderes que sejam capazes de formar outros líderes. Leva em consideração teorias da administração, comunicação, sociologia, filosofia, além dos preceitos evangélicos, claro.

Por essa razão sempre lembro e levo comigo a teoria do empowerment.  Aos meus olhos há uma paralelo entre os objetivos citados acima e a teoria administrativa em questão. Pensemos num contexto no qual o empreendedorismo cresce. No qual as organizações precisam ser ágeis e acompanhar o ritmo acelerado da sociedade. Imagine nessas condições uma estrutura organizacional com vários níveis. O quanto demoraria a resolução de um problema especifico? E isso é aplicável nos três setores, pensemos no sistema extremamente burocrático do setor público, por exemplo.

Eis a magia do empowerment, possibilitar o poder de liderança aos colaboradores é algo que deve ser pensado atentamente. É uma aplicação que gera tempo, credibilidade, resolução e formação de líderes que sem dúvida agregarão para o crescimento organizacional.  Via de regra o bom líder é aquele que pode ser substituído e que permite o crescimento da equipe.

O que observo nas organizações que conheci, ou por vivência ou por ler/ver em algum lugar, é que os líderes têm medo de perder o posto de “poder” e mesmo que inconscientemente não dividem a liderança. Sempre me lembro de um texto dado pelo professor Rogério sobre o Washigton Olivetto após o seqüestro de 2001, dizia que: “Não temos um vice-presidente de prospecção. Todos os nossos profissionais têm a obrigação de vender a agência o tempo inteiro.”. O texto é muito interessante, em outra oportunidade o compartilho aqui. Mas é a possível manifestação simples do empowerment.

Enfim, creio ser uma atitude benéfica para todos os envolvidos. Vale a pena ler e pesquisar mais sobre o termo, e quem sabe se for condizente à cultura da organização – aplicá-lo.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O poder em suas mãos

  1. Taís,

    Parabéns pelo texto! Uma boa reflexão.
    Abraços,
    @alexandre_amc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s