RP, pra quem você escreve?

Bruna Andrade, 21 anos – profissional de Recursos Humanos

“Eu não sei. Mas, assim, a noção que eu tenho é comunicação interna, comunicação… Sei lá, abrange… tudo! Ah, eu não sei explicar. Eu acho  que o profissional de RP passa a imagem do que realmente é a situação, o lugar,  dai ele faz a comunicação com pessoas semelhantes… Eu não sei.”

Thiago Araujo, 20 anos – Técnico em Segurança do Trabalho

“Para mim RP é uma área cujo objetivo é criar mecanismos ou ferramentas de comunicação entre a empresa e partes interessadas visando a imagem e… hum deixa eu ver… e o bom clima da empresa, o bom clima organizacional.”

Cacio Frigério – 25 anos – Administrador

“Bom, na minha opinião o profissional de Relações Públicas é aquele profissional que vai se relacionar principalmente com dois públicos: o externo e o interno. No caso, o externo ele vai levar as informações que a empresa quer passar para os seus  públicos, o seu cliente,  seu fornecedor. E no âmbito interno, logicamente, são os seus funcionários. Basicamente, o profissional de Relações Públicas, na minha opinião, deve estar bastante alinhado com os objetivos da empresa, com a visão e missão, é importantíssimo ele conhecer para que toda a sua ação esteja alinhada com a estratégia da companhia. Acima de tudo, deve ser um profissional de confiança, haja a ver que ele é o porta voz da empresa.”

José Domingos – 60 anos – Marceneiro

“Não tenho a menor ideia. A função dele especificamente eu não sei dizer, quer dizer, um marceneiro serra madeira, e o relações públicas… ele agiliza as coisas da empresa? Sinceramente eu não sei explicar.” (isso porque é meu pai!)

Estes são depoimentos transcritos com exatidão e foi só uma forma de expressar aquilo que já sabemos: as pessoas não sabem ao certo quem somos. Até fazem uma noção, mas não conseguem explicar nem 10% daquilo que podemos fazer.

Daí eu vejo tantos Blogs e pessoas que falam sobre RP por aí, e toda vez que dizemos para alguém o que fazemos da vida a resposta é sempre assim: “Nossa que legal! Mas o que você faz exatamente?”. Então, o que há de errado?

Se ninguém consegue explicar com facilidade o que nós fazemos, então para que, ou melhor, para quem escrevemos tanto?

Já passou da hora de parar de olharmos tantos para nossos umbigos e mostrar pro mundo que viemos em paz e que só temos a agregar.

Eu convido você, caro leitor, que provavelmente é RP, estuda RP ou já conhece alguma coisa de RP, a lançarmos a campanha #DescomplicaRP

Nada mais é do que descomplicarmos a nossa profissão, usar uma linguagem mais simples e explicativa – para não dizer didática – em textos que falem sobre nossas atribuições mais básicas, nossas áreas, nossas especialidades…

Acho desperdício termos tantos veículos falando só para RP enquanto podemos falar para todo mundo.

Bora descomplicar e propagar o que somos e para que viemos para os nossos futuros clientes e parceiros de profissão?!  😉

#DescomplicaRP

Anúncios

15 pensamentos sobre “RP, pra quem você escreve?

    • Obrigada Galofero, somos uma equipe e temos que fazer isso sempre!
      Bjos

  1. Olá Marina, gostei de como apresentastes as ideias em teu texto, bastante pertinente, e acredito ser algo que todo profissional de RP pensa e se questiona.

    A citação do senhor José Domingos é a melhor de todas: Marceneiro serra madeira, e o RP faz… tantas coisas que é dificil explicar, a começar por um nome que incita “Relacionamentos com Públicos”, mas ao mesmo tempo não incita nada para alguns.

    A significação, tanto denotativa, quanto conotativa da profissão há decadas gera discussão entre comunidade de interesse, e vai gerar muito mais, até porque cada um vai explicar conforme sua vivência, cultura e educação.

    Em tempos de uma civilização tão mídiatica, os populares percebem médicos, advogados, motoristas, empregadas domésticas, jornalistas, professores, mas não conhecem Relações Públicas, e por que? Uma das causas poderia ser a exposição, que costumeiramente não fazemos, e para tornar a profissão mais conhecida precisamos mais do que explicar mostrar o que é, e o que faz.

    Aposto que um grande executivo de Relações Públicas como protagonista da Novela das 08h na Rede Globo, começaria a despertar a vontade de conhecer essa profissão por muitas pessoas.

    Precisamos utlizar mais os artificios da Comunicação Social a que nos é atribuido, para com nós mesmos, e assim acabar com a velha pergunta de nossos avós: O que você faz mesmo? Aparece na TV?

    Pensemos.

    Sucesso Marina.

    Fábio Fernandes, Relações Públicas.
    Rio Grande do Sul.
    @fabioeRP

    • Fábio, acho até irônico pensar que nos não somos RPs de nossa profissão. Precisamos de uma força tarefa para que nossa profissão seja de fácil entendimento como a de um médico, por exemplo. É o único caminho para chegarmos mais perto de nossos clientes e futuros clientes, ou seja, aqueles que precisam entender o nosso papel. É curioso como quase todo RP é apapela profissão e temos convicção na nossa importancia dentro de qualquer organização, mas não paramos para explicar para quem ainda não conhece. Vamos mudar isso e pensar em ações diversas para reverter esse quadro e sermos tão simples e claros quando um marceneiro…
      Obrigada pelo comentário e apoio!
      #DescomplicaRP

      Bjos
      Marina Faria
      @Nana_Faria
      Marinafaria.rp@gmail.com

  2. Achei interessante os depoimentos
    e gostei do texto e principalmente da campanha #DescomplicaRP.
    ”Já passou da hora de parar de olharmos tantos para nossos umbigos e mostrar pro mundo que viemos em paz e que só temos a agregar”.

    Irei fazer isso com os meus amigos, conhecidos, familiares, alunos e etc.

    https://versatilrp.wordpress.com

  3. Sabemos o que o advogado faz, o médico, engenheiro e até o jornalista que não precisa mais do diploma. Precisamos descomplicar mesmo e fazer o que eu chamo de RP dentro de casa. Nós não aprendemos que toda comunicação deve começar de dentro para fora, então!!! Nosso público interno são nossos pais, irmãos, parentes em geral… não podemos ser confundidos com jornalistas, publicitários e organizadores de festa, precisamos fazer esse trabalho dentro de casa para que todos saibam responder quando perguntarem: O que o seu filho faz? – Descomplicando já é um bom começo! Hoje mais cedo, tive uma conversa divertida com o Diego Galofero que aliás é uma pessoa de bem com a vida e muito solista, ele me perguntou como faço para explicar o que é RP e eu o respondi DESCOMPLICANDO! Sempre dou exemplos do que fazemos e mostro que não somos só o organizador de eventos ou aparecemos somente quando o avião já caiu. Minha mensagem é simplesmente essa… quer descomplicar? Comece dentro de casa! #DescomplicaRP

  4. Boa tarde!

    Conversava com a presidente do Conrerp RS/SC 4ªRegião, Maria Amélia, nesta sexta que passou sobre este assunto: Casa de ferreiro espeto de pau; Os RPs não sabem se relacionar/promover.

    Em parte acredito que o fato da profissais de Relações de Relações públicas quando indagados qual sua profissão se intitulam de outra forma.

    Medo da pressão de pagar o Conrerp? Sempre vi muitos cobrando atuação do conselho, mas nem o mínimo com a profissão, que seria se registrar…

    É mais fácil descomplicar quando não se tem medo de aparecer, chega de falar que é uma profissão de bastidores.

    Abraço
    Robson Thiago Ferreira
    @robsonrp

  5. Estou dentro. Aqui no Rio estamos montando o planejamento estratégico para a divulgação da profissão e para estruturar um programa de relacionamento permanente. Vamos ver o que conseguimos. Acredito que a informação sobre o que fazemos para outros públicos é fundamental. Se até nossos colegas de comunicação não sabem, imagina de outras profissões? valeu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s