Agências experimentais e agências juniores de comunicação

estudantes_relações_públicas_versatilrpAs agências juniores e as agências experimentais são as primeiras oportunidades de o estudante vivenciar a prática do curso na realidade. A concorrência está cada vez mais acirrada e qualquer experiência adicional frente a outros candidatos é uma chance para se destacar.

Segundo o Wikipedia:

“As empresas juniores são constituídas pela união de alunos matriculados em cursos de graduação em instituições de ensino superior, organizados em uma associação civil com o intuito de realizar projetos e serviços que contribuam para o desenvolvimento do país e de formar profissionais capacitados e comprometidos com esse objetivo”.

Com o objetivo de proporcionar um ambiente de aprendizado e profissionalização na área de comunicação, as agências experimentais de comunicação são cada vez mais reconhecidas no mercado de trabalho.

Geralmente, a participação nas agências é voluntária – não atrelada à grade curricular obrigatória do curso, mas sendo aceita como atividade extracurricular – e sem remuneração.

No caso específico do curso de Comunicação Social, o modo de funcionamento das agências varia de acordo com a instituição. Em algumas faculdades, as agências são mistas, com estudantes de diferentes habilitações (Relações Públicas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Editoração Multimídia, Rádio e TV). Outras fazem divisões de acordo com a habilitação. O trabalho realizado pelos alunos é supervisionado por um professor do curso, a fim de orientar o trabalho realizado e alinhar as atividades futuras.

As vantagens em participar de uma agência? Inúmeras. Veja a seguir!

– Primeiro contato do estudante com o mercado;

– Experiência inicial antes do “primeiro emprego”;

– Oportunidade para colocar a teoria na prática;

– Relacionamento com primeiros “clientes” e com os próprios colegas (o que nem sempre é fácil);

– Trabalho em equipe, liderança e empreendedorismo;

Algumas agências realizam trabalhos para clientes externos – como a ECA Jr –, outras somente internamente – como a Prattica, da UFPR. Seja o cliente interno ou externo, a experiência é real e, em muitas situações, o primeiro contato do estudante com a prática do mercado.

A experiência deste blogueiro em uma Agência Experimental

ufpr_relações_publicas_versatil_rpRecém-matriculado no primeiro semestre do curso de Comunicação Social, habilitação Relações Públicas da UFPR, logo quis aproveitar ao máximo o que a universidade tinha a oferecer. Durante a “Semana do Calouro” e por de indicação dos veteranos, soube da existência de três projetos na UFPR. Entre elas, a Agência Experimental de Relações Públicas (Prattica). Fiz a inscrição no processo seletivo e, felizmente, passei! No período de um ano, de abril de 2010 a abril de 2011, tive uma ótima experiência na agência. Em uma equipe de oito estudantes, sendo apenas um “não calouro”, realizamos campanhas e projetos variados. Organização de eventos – sendo o maior deles o apoio total à Feira de Cursos e Profissões da UFPR –, pesquisa de opinião pública para setores da Universidade, social media, ações de voluntariado, comunicação interna, entre outros.

É claro que… Nem tudo são flores. Durante a gestão que participei, houve discussões não racionais presentes Também tivemos decepções na realização de alguns projetos em que nas reuniões antes dos eventos achávamos que iríamos propor estrategicamente, mas em alguns casos não passou de trabalho operacional. Mas acreditem… Até destas experiências absorvemos algo positivo. De uma maneira ou outra, nos agregou conhecimento!

Conheça algumas agências experimentais de comunicação e relações públicas pelas universidades e faculdades do Brasil:

Prattica (Agência Experimental de Relações Públicas) e Fábrica de Comunicação

Instituição: Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Agência LINK

Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)

Agência Júnior de Comunicação Mackenzie

Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie

Agência de Comunicação Eca Jr

Instituição: Universidade de São Paulo (USP)

Agência Cásper Jr Comunicação Integrada

Instituição: Fundação Cásper Líbero

Agência JOBS

Instituição: Unimonte

Agência de Comunicação da UCS

Instituição: Universidade de Caxias do Sul

… E muitas outras. Sinta-se à vontade para indicar a agência que você participou no campo de comentários!

A tentativa de implementação de uma agência júnior

integra_versatil_rp_relações_públicas

Há alguns anos, enquanto Taís Oliveira, até então estudante do 6º período de Relações Públicas da Faculdade Paulus de Teconlogia e Comunicação (Fapcom), decidiu tentar organizar uma agência júnior em sua faculdade. Com a ajuda de estudantes das outras habilitações do curso de Comunicação Social, organizaram toda a base de uma agência (princípios organizacionais, cargos e serviços). Possuíam até mesmo três clientes na fase de briefing. Por ser uma iniciativa dentro da faculdade, em paralelo estavam negociando com a Fapcom uma maneira de oficializar a iniciativa. Devido a alguns problemas pontuais, a agência não saiu do papel. “Apesar de não ter chegado ao nosso objetivo que era instituir de fato uma Jr. a experiência foi bem bacana, pois ainda tivemos contato com clientes e conhecer melhor o trabalho das outras habilitações foi bastante interessante!”, afirmou Taís Oliveira, graduada em Relações Públicas pela FAPCOM e editora do Versátil RP. A “semente da ideia”, por outro lado, foi plantada.

Exposição e premiação de Pesquisa Experimental

expom_versatil_rp_relações_publicasA Expocom (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação), do Congresso da Intercom, é “um espaço destinado à exposição de trabalhos resultantes da pesquisa experimental realizada nos laboratórios e oficinas dos cursos de graduação em comunicação social” (Portal Intercom). Possui o objetivo de premiar as melhores atividades em pesquisa experimental realizada durante o ano nos cursos de Comunicação Social pelo Brasil.

A premiação possui seis modalidades, sendo três delas relacionadas às habilitações do curso de Comunicação Social: I) Jornalismo, II) Publicidade e Propaganda e III) Relações Públicas e Comunicação Organizacional. Cada modalidade possui categorias específicas relativas aos conteúdos de cada habilitação, sendo uma delas a premiação por Agência Jr. (categoria/série).

Se você participa de uma agência experimental e realiza um projeto que se encaixe na proposta da Expocom, não deixe de participar!

O que defendo? Uma agência multidisciplinar. Já no início do curso, um espaço onde os estudantes aprendam a trabalhar com colegas das áreas afins e que pensem estrategicamente levando em consideração o ponto de vista das outras profissões, o que nem sempre vemos na realidade.

Uma agência que tenha orientação de um professor experiente, que aponte as oportunidades e lance desafios.

Uma agência que, enfim, “pense fora da caixa”. É isso, pessoal!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s