Por uma Comunicação Interna mais enxuta e colaborativa

versatil_rpEsse re-post faz parte do projeto Ciranda de Blogs, projeto que reúne blogs de Comunicação, que nessa semana aborda o tema Comunicação Interna.

Menos canais, humanização dos conteúdos e apoio de multiplicadores são as tendências apontadas por grandes corporações, que têm enxugado o número de veículos de comunicação e reforçado as ações voltadas para agentes de informações.

Essas tendências foram discutidas no recente debate, promovido pela Aberje — um dos principais centros nacionais de referência no estudo e disseminação de prática de comunicação interna —, que contou com a participação de profissionais de comunicação de empresas como Fiat/ Chrysler, Grupo Pão de Açúcar, Novartis, Odebrecht S.A., Sabesp, Tetra Park e Volkswagen.

Na agenda dos líderes há um enxugamento do número de canais de comunicação, a fim de ganhar mais foco e assertividade. Essa “humanização” da comunicação, que elege os funcionários como os principais motores das notícias internas, além da criação de multiplicadores de informações, facilita o trânsito de novas ideias e pautas, tornando o ambiente mais colaborativo.

Exemplo disso é a empresa Tetra Park, que utiliza o método face a face e investe em treinamentos dos líderes para que eles repassem informações relevantes para suas equipes. Também nessa linha, temos a Petrobrás, que aposta na conversa líder-equipe, bem como entre as pessoas. Para facilitar esse processo, a empresa mantém desde 2011, um espaço para comentários no portal corporativo, em que os funcionários podem tecer observações sobre a organização, com a ajuda de um moderador.

Outro exemplo bastante interessante é o da Essencis, empresa especializada em valorização ambiental, que em 2009 criou o Programa de Agentes de Comunicação Interna (ACIs). Formado por cerca de 90 funcionários, de diferentes níveis hierárquicos e áreas organizacionais, os agentes captam as informações internas divulgando-as nos canais de comunicação da empresa, acelerando o fluxo de comunicação entre unidades e áreas de negócios. Os agentes são capacitados, orientados e avaliados, a fim de que todos estejam alinhados e preparados nas unidades da empresa.

Pense nesse assunto! O excesso de veículos também gera incomunicação.  Criar diálogo em torno do que realmente importa para a empresa e para as pessoas faz mais sentido e traz mais benefícios.

Confira mais informações sobre o debate realizado na Aberje e os pontos de vistas apresentados pelos líderes, clicando aqui.

A Ciranda de Blogs é um projeto independente com o intuito de unir blogueiros de comunicação para refletir sobre alguns temas da nossa área. Conheça mais sobre o projeto na Fanpage e faça parte dessa Ciranda.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Por uma Comunicação Interna mais enxuta e colaborativa

  1. Importantíssimo fazer essa análise já que atualmente é comum as empresas investirem mais na quantidade de canais do que na mensuração deles.

  2. Pingback: Gerando ruído na rádio peão! – periskópio

  3. Pingback: 16º Mix Aberje – 2016 | Versátil RP

  4. Pingback: Confira tudo que rolou no 16º Mix Aberje – o evento mais tradicional em comunicação interna e integrada do Brasil! | Versátil RP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s