Versátil RP entrevista: Startup de “presente-experiência” Giftter.

giftter_versatil_rpEstruturação do tema do post – definição do termo – pesquisa do termo – início do texto. É com esse “minifluxo” que apresento, esclareço e coloco à disposição para discussões uma palavra-tema-conceito recente na realidade brasileira.

Crescente e fluído como a expansão da própria internet, esse novo modelo de negócio vem ganhando investidores e conquistando nichos mercadológicos nunca antes explorados. Como boa parte da definição do termo que vemos em revistas e artigos especializados vem de redes colaborativas, não pude deixar de colaborar com o texto da Wikipedia (e que, aliás, que vale muito ser lido na íntegra):

 

“Uma companhia start-up ou startup é uma empresa com um histórico operacional limitado. Essas empresas, geralmente recém-criadas, estão em fase de desenvolvimento e pesquisa de mercados. O termo se tornou popular internacionalmente durante a bolha da internet, quando um grande número de empresas ponto com foram fundadas. 

Uma startup é uma empresa nova, até mesmo embrionária ou ainda em fase de constituição, que conta com projetos promissores, ligados à pesquisa, investigação e desenvolvimento de ideias inovadoras. Por ser jovem e estar implantando uma ideia no mercado, outra característica das startups é possuir risco envolvido no negócio. Mas, apesar disso, são empreendimentos com baixos custos iniciais e são altamente escaláveis, ou seja, possuem uma expectativa de crescimento muito grande quando dão certo. Algumas empresas já solidificadas no mercado e líderes em seus segmentos, como o Google, a Yahoo e o Ebay, também são consideradas startups.”

Termo definido, posso agora mostrar a entrevista do Versátil RP com Gustavo Rodrigues, responsável pelo Marketing na startup de presente-experiência Giftter.

giftter-620x350

VersátilRP: Olá Gustavo. O que é a Giftter?

Gustavo: É um e-commerce de experiências, semelhante ao conceito “Caixa-presente”, mas 100% online. Não trabalhamos com produtos, mas com o conceito de presentear com experiências e até vivenciá-las.

VersátilRP: Gustavo, você pode nos explicar como surgiu a ideia de abrir uma startup?

Gustavo: O mexicano David Galomo de 29 anos, fundador e diretor da Giftter, resolveu trazer o conceito de social gifting para o país, pois acredita no potencial do mercado brasileiro. Motivado pelo vídeo de um australiano que vivenciou e registrou diversas experiências, David desenvolveu o projeto e decidiu inicia-lo no Brasil, mercado pouco explorado pelas empresas de presentes-experiências.

VersátilRP: Toda vez que me deparo com “presente de experiência” (ok, duas vezes, admito), me dá a sensação que é sempre algo “radical” (como pulo de paraquedas ou voo de balão). Vocês fizeram alguma pesquisa para saber o que pode ser “presenteável”?

Gustavo: Sim, nós realizamos pesquisa de mercado e com potenciais parceiros, além de analisarmos os nossos concorrentes. A partir dos dados obtidos a nossa equipe seleciona empresas e corre atrás. O processo de seleção é detalhista, já que trabalhamos apenas com parceiros qualificados, para nos certificar da qualidade das experiências oferecidas.

VersátilRP: Vocês tem escritório físico ou fazem tudo on line? Tem alguma rotina de trabalho?

Gustavo: Sim, trabalhamos com rotina e estamos diariamente no escritório. Começamos em um coworking (uma empresa que monta um grande escritório e aluga mesas nesse escritório para que startups trabalhem, inclui da internet ao serviço de limpeza, que é o mesmo para o escritório todo), mas atualmente ocupamos uma sala dentro da incubadora do Mackenzie.

 giftter_versatil_rp

VersátilRP: Sem querer de forma alguma desestimular (longe disso), mas sobre ser uma startup, e com dados assustadores como 24% das empresas fecham no 1º ano e quase metade até o 3º ano, como vocês veem o futuro negócio? Por enquanto vocês estão com parcerias por que fazem a venda das experiências?

Gustavo: O nosso rendimento vem por meio das parcerias. Por exemplo, você tem um parque de diversões, nos tornamos parceiros e uma porcentagem das vendas fica com a Giftter. Como o nosso investimento é só em nossa mão de obra, não acho que estamos correndo grande risco, mas claro, corremos, como qualquer empresa. Esperamos que o futuro seja prospero e, por isso, trabalhamos empenhados e buscamos oferecer experiências realmente legais.

VersátilRP: Vi também que há diversos tipos e preços de presentes. Existe alguma (s) ideia (s) de experiência (s) mais barata (s)?

Gustavo: Sim, essa é uma das nossas maiores preocupações. Quando se fala em experiências, tudo é muito caro. Estamos buscando alternativas, como parceria com a Empada Brasil e outras opções de gastronomia que possam oferecer alguma experiência. E existem várias experiências legais para todos os bolsos.

VersátilRP: Já surgiu alguma ideia do tipo, mas teria alguma possibilidade de “dar uma experiência coletiva” a um “grupo de amigos”?

Gustavo: Por enquanto não, mas estamos formulando um jeito de um grupo de amigos poderem presentear uma pessoa, como as famosas vaquinhas. Assim, comprando em grupo, as pessoas podem investir mais nos presentes.

VersátilRP: Sobre comunicação, há alguma estratégia de relacionamento? Publicidade? Fan page?

Gustavo: A nossa fan page foi lançada no final de julho e o site entrou oficialmente no ar em 05/08, depois de muitas mudanças. A fan page não é algo maçante, que só promove as experiências, nós tentamos conquistar as pessoas oferecendo conteúdo bacana. O blog está previsto para o fim de setembro e servirá para apresentar as experiências, como, por exemplo, um almoço num restaurante marroquino ou em um bistrô francês. Estamos investindo em adwords, no Facebook e começamos com PR Digital, mas aos poucos, bem tímidos. David e eu cuidamos da parte do Marketing e contamos com o apoio de duas agências.

VersátilRP: Sobre pesquisas: já fizeram alguma de aceitação no mercado, público em potencial/alvo?

Gustavo: Já sim, uma pesquisa online e algumas entrevistas pessoais. A partir desta pesquisa e das entrevistas, constatamos que as pessoas estão propensas a presentear, mas que sentem falta de uma caixa física, como tradicionalmente são entregues os presentes. Estamos constantemente pensando em formas de mostrar para as pessoas que os presentes podem ser legais e surpreendentes quando entregues online, mas ainda é um ponto “fraco”.

VersátilRP: O presenteado imprime o voucher. É isso que pode não ser aceito?

Gustavo: Será aceito, sim! (risos). Na verdade isso é um ponto, mas o problema é que as pessoas gostam de entregar algo físico, observar as pessoas abrindo a caixa ou desembrulhando o saquinho de presente, mas, como o mundo agora é online, isso não é tão ruim como há uns anos seria. A questão do vale-presente é uma realidade e, pensando nisto, desenvolvemos um modelo colorido e muito bonito. O fato do presente não ser entregue em caixa ou pacote é um dos nossos desafios, mas estamos buscando formas de superá-lo.

VersátilRP: Muito obrigada Gustavo pela abertura e disponibilização dessas informações nesta entrevista. Desejamos muito sucesso a vocês e à Giftter. E você, caro leitor do blog, esteja à vontade para opinar sobre esse post. E um #ficaAdica para presentear alguém de uma forma bem diferenciada e inesquecível ;-).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s