Entrevista | Daniela Valverde, executiva de atendimento na Burson Marsteller

Daniela Valverde

“Entendimento do negócio é essencial para o bom trabalho das Relações Públicas.”

Daniela Valverde tem experiência em diferentes frentes da comunicação corporativa: institucional, interna e externa, além de gestão de crises, organização de eventos e marketing. Desde o início da carreira, atuou na área alimentícia. Trabalhou na SPAIPA (franquia Coca-Cola) e atualmente é executiva de atendimento sênior da Burson Marsteller, onde coordena a conta de Relações Públicas da HEINEKEN Brasil.

Comunicativa, Daniela conversou com o Versátil RP por e-mail sobre a área de relações públicas, os desafios da comunicação nas organizações contemporâneas e um pouco sobre sua experiência profissional.

Versátil RP: Daniela, quais são os desafios da comunicação atualmente, no que diz respeito a industria de bebidas, tendo como referência a sua experiência na SPAIPA (Coca-Cola) e Heineken?

Daniela Valverde: O principal desafio de comunicação é o mesmo em qualquer segmento competitivo: desenvolver relações sólidas e de confiança com seus stakeholders. Na frente de comunicação interna, o foco é gerar engajamento e aumentar o orgulho de pertencer do colaborador, buscando um bom clima organizacional e a retenção de talentos – em um ambiente competitivo, manter os bons profissionais é um desafio diário para as companhias. Quando se trata de comunicação externa, em especial nas relações com a mídia, o trabalho está cada vez mais direcionado na consolidação da reputação da companhia, tendo como meta fortalecer o relacionamento com os jornalistas e cavar pautas relevantes nos principais veículos de comunicação – com espaços cada vez mais reduzidos e uma concorrência acirrada entre as empresas de bebidas, além de um ótimo relacionamento com a imprensa, é muito importante ter uma boa história para contar.

VRP: Como você enxerga a importância das Relações Públicas nas organizações contemporâneas?

DV: Basicamente, o Relações Públicas faz os gerenciamento dos relacionamentos entre a companhia e seus públicos. Pode parecer uma definição bastante abstrata, mas, como definição básica, essa é a principal função desse profissional. Pensando assim, a importância do RP é vital para as companhias, pois boa parte das suas atividades é baseada na relação entre pessoas e/ou grupos de pessoas.

Daniela Valverde em Amsterdã

Daniela no museu da Heineken, em Amsterdã, enquanto acompanhava uma press trip na Heineken Experience em 2012.

VRP: Quais são as competências necessárias, na sua opinião, para o profissional de RP obter excelência no seu trabalho?

DV: Posso citar algumas:

1.    Entendimento do negócio – para se fazer um bom trabalho, o profissional precisa conhecer a fundo o negócio da empresa em que atua, sendo ele cliente ou agência;

2.    Conhecimento técnico – é necessário ter profundo entendimento da atividade de relações públicas em si, conhecer as ferramentas de trabalho e estar  atualizado com as tendências do mercado;

3.    Bom relacionamento – essa é uma competência de todos, porém, o profissional de relações públicas deve, além de possuir um ótimo networking, ser muito hábil em gerir seus relacionamentos de forma  assertiva.

VRP: Qual é o projeto que você teve mais orgulho em realizar?

DV: Tive a chance de trabalhar em vários projetos interessantes. Me orgulho bastante em ter desenvolvido uma nova forma de mensuração do trabalho com imprensa, que foi aplicada na SPAIPA, franquia Coca-Cola, localizada em Curitiba. Esse novo formato nos ajudou muito a avaliar os resultados de forma mais qualitativa, pois dava pontuações diferentes para cada veículo e espaço conquistado, usando parâmetros totalmente alinhados com a estratégia de negócio da empresa. Em São Paulo, tive a oportunidade de, junto com a minha equipe da agência Burson-Marsteller e a área de Comunicação Externa da HEINEKEN Brasil, construir um plano estratégico de Relações com a Mídia com foco na reputação da companhia. Esse plano, que ainda está em vigor, usa como base a pesquisa de reputação anual que a companhia realiza e apresenta ações que focam na conquista de melhores pontuações de reputação com seus principais stakeholders.

VRP: Recentemente a Young&Rubicam declararou que o novo negócio do grupo são as relações públicas. Como você vê a o trabalho conjunto das duas áreas e RP nas agências?

DV: Com as companhias cada vez mais focadas em construir planos de comunicação integrados, me parece bastante produtivo unir a frente de publicidade e relações públicas. Cada vez mais as agências buscam trazer soluções completas para seus clientes, o que é bastante interessante para as duas partes envolvidas: a agência passa a enxergar a comunicação como um todo, e o cliente consegue ter uma campanha mais alinhada, o que tende a deixa-la mais assertiva.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Entrevista | Daniela Valverde, executiva de atendimento na Burson Marsteller

    • Obrigado pela visita e pelo comentário. A Daniela certamente inspirou a todos nós com estas belas palavras!

      Abraço,

      Felipe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s