Cerimoninal, Protocolo e Precedência

cerimonialBom, já que hoje é véspera de Natal, que tal falarmos sobre algo leve? Cerimonial, Protocolo e Precedência(risos). Estes temas deixaram alguns de meus colegas, talvez todos, de cabelos brancos na faculdade. Vamos começar com uma definição. Eu tive a sorte de ter aulas com o Prof. Paulo Regis Salgado, que define como:

“Conjunto de preceitos e normas legais que devem ser obedecidas, para dar maior solenidade (“pompa”) possível a determinados eventos ou atos, cuja grande significação convém ser ressaltada e destacada em determinada programação.”

Paulo Regis Salgado

 Vamos lá! O protocolo é uma atividade muito importante exercida pelo profissional de Relações Públicas. O evento, sua organização e realização, é uma prática que vem sendo cada vez mais valorizada e reconhecida como um veículo de comunicação dirigida aproximativa – VCDA como forma de interação e integração entre a organização e seus públicos.

O protocolo codifica as regras que regem o cerimonial e seu objetivo é dar a cada um dos participantes as prerrogativas, privilégios e imunidades a que tem direito. Ele foi criado para ser utilizado nos eventos oficiais; possui leis, decretos, normas e regras.

Mas lembrem-se: para que o cerimonial seja realizado com êxito, é necessário o protocolo, ou seja, regras e normas estabelecidas para manter ordem e padronizar eventos, além das regras de etiqueta que também são primordiais.

Essa é uma visão tríplice, gerada pela interdependência entre cerimonial, protocolo e eventos, e é o responsável pelo sucesso do evento e faz com que ele saia conforme o esperado, sem que ocorram imprevistos. Aí está a evidente importância do RP, que deve dominar as técnicas do cerimonial, as normas e regras do protocolo.

Sem o protocolo, todas as recepções oficiais e encontros entre personalidades políticas e públicas, seriam ocasiões de disputas incessantes. Essas formalidades apenas facilitam a convivência entre os povos, as empresas e as pessoas, transformando esses momentos em acontecimentos agradáveis e evitando embaraços.

Todas essas regras e ritos têm um motivo, nada é estabelecido aleatoriamente. Portanto, fica claro que, para que um profissional tenha êxito na organização do seu evento, é preciso conhecer todas as regras do protocolo e saber aplicá-las da forma correta.

Junto a isso, temos a precedência. Uma definição é:

“O protocolo regula o cerimonial, determinando a precedência, o tratamento e os lugares” (MEIRELLES, 2002, p.30).

Gilda Fleury Meirelles

Isto significa que normas protocolares compõem o cerimonial estabelecendo a precedência, que dará aos participantes o devido destaque. Mas, isso fica para o nosso próximo post, porque confiem, é longo…

Um Feliz Natal para todos vocês e seus familiares, com muita luz, felicidade e presentes!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s