097 – RP escreve a sua história com Stephânia S. P. Souza

rp-facebookStephânia S. P. Souza – Goiânia – Goiás – Relações Públicas – Diretora da Mercato Comunicação Empresarial e professora da FASAM

VRP: Por que escolheu estudar Relações Públicas? 

Porque me apaixonei pela profissão.

VRP: Como enxerga o cenário brasileiro das relações públicas? 

Vejo como muito promissor, mas não fácil, pois fora o eixo Sudeste ainda existe muita dúvida sobre a real atuação do profissional de Relações Públicas.

VRP: Qual ou quais as pessoas que te inspiram em Relações Públicas? 

Vera Giangrande a grande dama das Relações Públicas e Lindolfo Paoliello.
E profissionais locais como Alessando Issi e Flávio Rego.

VRP: Comemoramos em 2014 os 100 anos das Relações Públicas no Brasil, para você, a profissão é valorizada como deveria? 

Na minha opinião a profissão ainda não é valorizada como deveria. Encaro esses 100 anos como tempo de comemorar, mas também de refletir, acredito que precisamos ter um posicionamento mais claro da profissão no Brasil. Como queremos ser reconhecidos, quais os nossos diferenciais, como podemos atuar no cenário nacional e quais as vantagens de ter um R.P. nas organizações.

VRP: O que você vê como a maior contribuição da profissão para o país, durante todo este período de cem anos?

Vejo como contribuição a promoção da boa imagem de empresas ou instituições perante o público interno e externo. A valorização sobre missão, visão e valores das empresas e suas relações com os stakeholders.OLYMPUS DIGITAL CAMERA

VRP: Sabemos que o eixo Sudeste ainda concentra a maioria dos profissionais de área, bem como a maioria das vagas de trabalho oferecidas. Qual seria a maior dificuldade, em sua opinião, para a expansão nacional da área e das oportunidades de emprego.

Na minha opinião a maior dificuldade está em mostrar para o mercado a real atuação dos Relações Públicas e o quanto esse profissional pode auxiliar às empresas nas suas Relações com os público e mercado, podemos em resumir na falta de posicionamento claro sobre a profissão.

VRP: Como está o mercado de Relações Públicas em seu estado/cidade?

Aqui em Goiás a profissão é pouco reconhecida, ao logo do tempo ganhou vários outros nomes e não se fortaleceu. Existe mercado para o profissional atuar, mas muitas vezes essas oportunidades estão “maquiadas” com diferentes nomes. Aqui em Goiás ainda é preciso esclarecer ao mercado as funções de um Relações Públicas e como este pode auxiliar a empresa no gerenciamento da sua comunicação.

VRP: Conte mais sobre a sua história com a profissão. Como inciou sua atuação? O que tem feito? Qual seu projeto de maior orgulho na área?

Sou R.P. há 20 anos, iniciei como estagiária de comunicação do Hospital Araújo Jorge em Goiânia- Goiás. Atuei em grandes empresas dos mais variados segmentos e hoje tenho uma empresa de comunicação empresarial a Mercato.

O meu maior orgulho é ser Relações Públicas e sempre me manter através da minha profissão, mesmo atuando em um mercado pouco reconhecido, mas nunca me faltou oportunidades.

VRP: Qual é a área de atuação das Relações Públicas que você vê como mais promissora em curto prazo? Por quê?

Destaco o gerenciamento da comunicação, pois com o aumento da concorrência e profissionalização, as empresas cada dia mais se deparam com verdadeiros “gargalos” em relação a comunicação empresarial. Neste cenário aposto muito no gerenciamento da comunicação na web e da comunicação interna.

VRP: Agora, brincando de adivinhar o futuro, como você acredita que estará o panorama das Relações Públicas no seu segundo centenário brasileiro? 

Sabemos que os desafios são muitos, mas o que nos move é a paixão de ser Relações Públicas e será esse sentimento que mudará os próximos 100 anos da profissão. Acredito que no futuro a profissão será devidamente reconhecida e valorizada, se a partir de hoje iniciarmos um processo de posicionamento.

VRP: RP e empreendedorismo combinam?

Relações Públicas combina com empreendedorismo, pois está constantemente criando, inovando e planejando. São áreas que respiram mudanças e precisam sempre estar atualizadas e sintonizadas com o mercado e seus stakeholders.

VRP: Qual mensagem deixa para os estudantes e recém-formados em Relações Públicas? 

Acreditem na profissão que escolheram, tenham paixão pelo que faz, procurem se aperfeiçoar constantemente e planejem, pois as possibilidades e oportunidades existem e o cenário será cada vez mais promissor.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s