PP ou RP – qual curso escolher?

Olá, pessoal. Há alguns dias recebemos um e-mail do Henrique Camargo Kroning que dizia o seguinte: “Olá Versátil RP. Estou na dúvida se faço faculdade de PP ou RP. Vocês poderiam por favor fazer um post falando sobre o curso, a profissão e a rotina após forrmado?”.

crianca-duvida-curiosidade-getty-images-600

Então, mobilizamos a nossa equipe para responder em conjunto essa questão a partir das experiência de cada um. Claro que a única pessoa responsável por essa escolha é o próprio jovem, mas já que escolhemos RP vamos contar a razão e as motivações que nos mantem nela. 🙂

Por Lídia Wagnerlidia

A Faculdade

Cursar Relações Públicas é dialogar proximamente com as ciências humanas que nos fazem compreender nosso maior instrumento de trabalho, as pessoas. Estudar Sociologia, Filosofia , Antropologia e Psicologia é uma obrigação a todo RP que queira estar em simbiose com as pessoas, para que possa direcionar a melhor mensagem, a melhor ação e sem sombra de dúvidas, a melhor intenção.

Social Media e home office

Seria tendência? Talvez ainda não, mas tem espaço para caminhar nesse sentido. Ter a consciência de que trabalhar em casa não é sinônimo de “Workaholicquismo” ou parque de diversões. Simplesmente trabalhar em casa é transferir as responsabilidades de um escritório para o seu escritório particular, trazendo consigo as noções de organização daquele velho jargão “sabendo temporizar, tempo não há de faltar”. A vantagem é você poder fazer o que se ama, no seu cantinho, respeitando seus espaços e a sua rotina e podendo até, ter um tempo maior a se dedicar a coisas que um ambiente formal de trabalho não permita, como parar por uns minutos e contemplar o “ali do lado”.

Por Bruna Ribeiro10428666_4908718812251_4702744938204547250_n

O curso

Estudar Relações Públicas é muito rico e apaixonante! Como diz um dos meus grandes mestres: “O Relações Públicas é um profissional especialista e generalista.” – Deve ter, pelo menos, o mínimo conhecimento sobre o todo, mas dominar muito sobre o seu segmento! Para tanto, exploramos diferentes disciplinas da área de humanas e desbravamos diversos segmentos da Comunicação e das Relações Públicas. A cada descoberta, desperta-se mais interesse e identificação. Essa diversidade de conteúdo é extremamente complementar e integrada, pois – se bem aplicada – possibilita a definição das melhores estratégias de atuação.

Relações Públicas e Comunidades

Uma das grandes oportunidades de atuação na área de Relações Públicas é o relacionamento com comunidades. Levando em consideração que uma organização está direta ou indiretamente ligada a diversos públicos que devem ser acompanhados, se relacionar com comunidades é desafiador quando pensamos que este grupo reúne diferentes perfis de públicos: moradores, representantes religiosos, grupos indígenas, pescadores e tantos outros, dependendo do perfil da organização e localização dela. Identificar estes públicos, estabelecer canais de diálogo, entender suas expectativas e manter este relacionamento tornam-se este campo de atuação bastante desafiador e não menos enriquecedor.

Por Diego Galoferofoto

A atividade de Relações Públicas é muito rica e multifacetada, você tem que ser um especialista ao mesmo tempo que generalista. O profissional pode trabalhar na organização de um eventos, comunicação interna, agências e a que eu me identifico mais: ONGS.

Organizações Não Governamentais encontra-se no terceiro setor, levando em conta que o Governo está no primeiro, empresas que visam lucro no segundo. O trabalho em Ong é dinâmico, você não fica apenas focado em um determinada tarefa, você tem que estar ligado em tudo, acompanhando leis, contato direto com o presidente, entre outros.

Na minha opinião o trabalho de um RP no terceiro setor é um trabalho que mais exige a demonstração de nossas habilidades práticas e cognitivas.

Por Laís RodriguesIMG_31864614257865

Eventos e Assessoria de Imprensa

Para quem gosta de agitação, trabalho “full time” e conhecer pessoas novas constantemente essas são ótimas opções. Duas coisas são importantes destacar nesses campos de atuação: estar sempre atento aos prazos e desenvolver bons relacionamentos com jornalistas (que publicarão ou não seu press-release), fornecedores (imagina o grande coquetel do seu maior cliente estar com as encomendas todas atrasadas) e os próprios clientes (agende reuniões, mantenha contato frequente e se esforce para entender quais são as expectativas deles). Nota: aparentemente, o mercado de Eventos é mais rentável do que o de AI.

Por Taís Oliveira2015-03-01 15.27.25

Eu também tinha essa decisão em mãos em 2007 quando prestei vestibular. Mas escolhi RP depois de pesquisar muito sobre a grade curricular, o mercado, minhas habilidades, as exigências e as coisas que eu gostava de fazer. Durante o curso percebi que o leque de possibilidades era muito maior do que eu imagiava e  que o profissonal relações-públicas cabe em qualquer empresa de qualquer seguimento, setor e porte.

Meu caminho se enveredou em mídias sociais, planejamento editorial e relacionamento online, que é uma área em grande expansão e terra fértil para relações públicas, principalmente por conta da delicadeza do ambiente, no qual tudo é muito intenso. Mas aqui no Versátil RP, especificamente, fico por conta do planejamento e gestão – organizar equipe, deliberar tarefas, manter contato com alguns parceiros, garantir cronograma, mediar conversas internas e por aí vai.

Bom, esperamos ter dado alguma luz. E se precisar conversar mais sobre isso estamos por aqui e nas mídias sociais. Relacione-se. 😀

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s