Mulher, profissional, mídia, comentários, ações e proporções dos fatos

Por Mariangela Sena

E na semana da mulher vamos falar de um fato que deixou uma figura pública feminina em evidência. Não é sobre política, fiquem tranquilos.  Como uma suposta falta de informação pode prejudicar a imagem de um artista e, rapidamente, o mesmo inverte esta situação de uma forma inteligente e divertida. Sim, isto é possível, ainda mais quando falamos de uma pessoa extremamente conhecida como Gloria Pires.

Convidada para comentar a grande festa do cinema norte-americano, o Oscar, em 28 de fevereiro, ao lado da jornalista Maria Beltrão e do diretor Artur Xexéu, a atriz foi mais protagonista do que comentarista de cinema.

Foto: Internet.

Foto: Internet.

Suas observações não foram de grande elucidação para o público, Gloria usou as palavras como: incrível, gostei, legal, bacana, interessante, bom; e suas frases – que também não eram as melhores – como ‘eu não assisti’, ‘mas que desempenho’ e ‘não sou capaz de opinar’, somado às suas expressões faciais, deixou os telespectadores sem entender o que estava acontecendo. Ela conseguiu em poucos minutos se tornar a celebridade mais comentada do país durante a transmissão da festa. Só não ultrapassou o astro Leonardo DiCaprio, mas ficou lado a lado nos #Trem_top do Twitter.

Enquanto a cerimônia acontecia e os prêmios eram revelados, uma pergunta era direcionada para Gloria. Ela surpreendia a todos com suas respostas evasivas, demonstrando uma falta de interação com os filmes indicados e vencedores. Sem falar que sua participação parecia ser imposta, sem vontade própria de estar ali. O público midiático ficou ouriçado e não deu outra, comentários e memes dispararam nas redes sociais, sendo publicados e compartilhados antes mesmo do programa terminar.  A atenção para o Oscar foi transferida para a atriz, e foi assim até o final.

Foto: Internet.

Foto: Internet.

Gloria, claro, foi motivo de gozação nas redes por vários dias. Fãs ficaram ao seu lado, defendendo-a, e outras pessoas aproveitaram para atacá-la, tornando-se alvo da mídia tanto para positivo quanto para o negativo precipitadamente. Mas quem foi mais rápido nesse jogo foi o vídeo postado pela própria atriz, onde pediu desculpa pela sua ‘performance’, assumindo que não assistiu aos indicados, explicando que isso não quer dizer que não acompanhe a premiação e que não entenda de cinema. Com muito humor e simpatia ela falou dos seus projetos, brincou e agradeceu os memes. Muitos artistas foram solidários com Gloria, postando frases e hashtag de apoio a sua postura.

No entanto, sua imagem não foi prejudicada. Toda proporção negativa se transformou em boa ação. Foi produzida uma linha de camisetas com suas frases ‘empolgantes’ e todo lucro será revertido para ONG “Amparando JG”, localizada em Duque de Caxias, estado do Rio.

Foto: Internet.

Foto: Internet.

Só podemos dar os nossos parabéns pela iniciativa! Ensinou para muitos como é possível se manter de bem com os seus próprios deslizes. Mostrando que a todo momento estamos expostos ao julgamento acelerado da mídia e que a melhor coisa a se fazer mediante uma exposição negativa é assumir o erro o quanto antes. Sendo verdadeira, deixando a arrogância de lado, preferindo ganhar mais positivamente do que continuar aumentando o marketing contrário e espontâneo que as redes sociais multiplicam gratuitamente. Moral da história: se você não pode anular um fato, transforme-o.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s