Garimpo Acadêmico IV

Por Taís Oliveira

Chegou o dia da garimpada acadêmica. Hoje com duas sugestões de pesquisas de mestrado da USP.

garmpo-academico

 

Ecos de espelhos – movimento Hip Hop do ABC Paulista: sociabilidade, intervenções, identificações e mediações sociais, culturais, raciais, comunicacionais e políticas

Autor: Pablo Nabarrete Bastos | Orientadora: Solange Martins Couceiro de Lima

Resumo: Trabalho apresentado para a Escola de Comunicação e Artes da USP, na área de conhecimento Interfaces Sociais da Comunicação.

A pesquisa tem como objetivo compreender os sentidos do Movimento Hip Hop do ABC Paulista, a partir da história de vida de agentes sociais das sete cidades pesquisadas – Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. O enfoque recai sobre o trabalho das posses que atuam na região: Posse Hausa, Nação Hip Hop Brasil e Associação Cultural e Educacional Zulu Nation Brasil. As posses são entidades constituídas por intelectuais orgânicos do Hip Hop, os agentes do Movimento Hip Hop organizado, que trabalham os quatro elementos artísticos do Hip Hop MC, DJ, dança de rua e graffiti – em torno de um posicionamento político-ideológico e de um trabalho de formação e intervenção cultural, que eles entendem e denominam como o quinto elemento do Hip Hop.

É sobretudo a forma de trabalhar o quinto elemento que distingue uma posse da outra. O enfoque desta pesquisa também recai sobre o processo de constituição histórica das posses, suas relações com os meios de comunicação de massa e com o poder público das cidades analisadas; seus processos de lutas, negociações e trocas simbólicas. A partir da observação participante foi possível perceber como através do Hip Hop são construídos referenciais de classe, raça, cultura e geração, nos quais a juventude da periferia se espelha na constituição de suas identidades e na mediação das construções e disputas simbólicas do processo histórico. | Para baixar o material. 

A internet e o Fórum Social Mundial – a ação política autônoma no mundo das redes

Autora: Ana Roberta Vieira de Alcântara | Orientador: Martin Grossmann


Resumo
: Trabalho apresentado para a Escola de Comunicação e Artes da USP, na área de conhecimento Cultura e Informação.A pesquisa investiga as transformações socioculturais atreladas ao desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação e como ocorre a mobilização da sociedade civil global por meio da internet. São analisados aspectos da dinâmica em rede que prevalece nas relações pós-modernas, com destaque para a ação política autônoma de grupos de resistência. O objeto de pesquisa é a relação entre as redes e o Fórum Social Mundial. A metodologia consiste em revisão de literatura em duas frentes principais: referências bibliográficas de caráter multidisciplinar e literatura específica sobre o Fórum Social Mundial. Reportagens, notícias, sites e vídeos também foram consultados, além da participação nos encontros.

O trabalho, ao tratar de um objeto contemporâneo em transformação, oferece uma série de reflexões: como potencializar o uso da rede; como a relação com a informação e o conhecimento se altera; como as relações em rede afetam a articulação entre indivíduos e coletivos e a mobilização de movimentos de resistência; como exercer uma participação ativa na esfera pública em rede, contribuindo para uma sociedade mais participativa, livre e democrática. | Para baixar o material.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s