Evento | Enegrecendo a Comunicação

Parece combinado, mas foi apenas sinergia. Enquanto planejávamos o EnegreceR[P], a Leila Evelyn e a Thais Borges – estudante de relações públicas e jornalismo respectivamente, planejavam o Enegrecendo a Comunicação.

Então, para fechar a série de provocações do mês, queremos convidá-los para participar de mais esse ato.

O evento, que acontece no próximo sábado (28) a partir das 9h na FAPCOM, tem como objetivo propor uma reflexão sobre o posicionamento do afrodescendente no meio acadêmico e no mercado. Será um dia com convidados de diversas áreas da comunicação e militância que trarão palestras, roda de conversa, feira arte afro e intervenção artística.

Cronograma e convidados 

Abertura do Evento – 9h

Feira de Arte – 9h (Durante todo o evento)
Aroma dos orixás, AFROntará, DaPreta, Eparrei e Deyse Carina Artes

Palestra com Daniela Gomes – 9h15 | Ativista do movimento negro e doutoranda em estudos africanos pela Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos.

Palestra com Gabriela Vallim – 9h45 | Organizadora do Festival Musical contra a redução da maioridade penal #15contra16

Palestra com Marcus Vinicius Bonfim – 10h15 | Presidente da Associação Brasileira de Relações Públicas – SP

Abertura para perguntas e respostas – 11h15

Roda de Conversa Sobre Afroativismo Digital – 12h15
Com participação de Ana Bernardino (Artista e ativista no movimento Afro – ativismo digital. Radialista no Programa educando na Frequência e escritora no Blog Ascendendo Vaga – lumes), Andreza Delgado (idealizadora da Revista Capitolina), Taís Oliveira (essa que vos fala, vamos levar a experiência do EnegreceR[P] pra roda) e Gabriela Moura (escreve no Nada sob controle, colabora no Blogueiras Negras e co-fundadora do Coletivo Não Me Kahlo).

Intervenção Artística com Rafael Rapzillalla e Babi Moura – 13h45

Serviço

Enegrecendo a comunicação

Dia 28 de novembro (sábado) a partir das 9h

Gratuito, para se inscrever é preciso preencher esse formulário.

Endereço: Rua Major Maragliano, 191 – Vila Mariana (entre as estações Ana Rosa e Vila Mariana)

Remetemo-nos às justas homenagens aos líderes quilombola, Zumbi e Dandara dos Palmares. Um ato de resistência, resgate de cultura e reflexão.

 

 

About Taís Oliveira

É co-fundadora e colunista no Versátil RP, formada em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas pela FAPCOM e mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais da UFABC, linha de pesquisa Cultura, Comunicação e Dinâmica Social.

View all posts by Taís Oliveira →